Percival Lafer

Biography

Percival Lafer was born in Sao Paulo in 1936. He graduated in architecture in 1959, year in which he takes control, alongside his brothers, of a furniture store created in 1927 by his father. In charge of product design, he creates his first lounge chair, the MP-1, in 1961. With its modern design, the piece establishes some of the basis for the company's production, aimed at the middle class. Lafer reached great markets both in Brazil and overseas. They exported mainly between 1965 and 1981, to Europe, via a subsidiary company in Germany, and to the USA, via the franchise Brazil Contempo - there was a total of 35 -, which exclusively sold the company's pieces. For the north American market, Lafer produced specially pieces in leather and wood, materials more associated with "Brazilian furniture". Because of its innovative building systems, most of Lafer pieces were patented, what protected them from copies. Filled with an inventive spirit, Percival Lafer even created a car model, the MP Lafer, in 1974, with 4 thousand units sold. He lives in Sao Paulo and remains the company's director and designer.

Commentary

Lafer held great responsibility for the diffusion of design furniture in Brazil. While contemporary manufacturers were selling out of their own stores to the elites in the metropoles, Lafer organized a solid network of middle class focused redistributors. Boosted by the designer and partner Percival Lafer's creativity, the company established itself as a source for novelty and smart adaptation to the consumer market. In the 1960s - a period of increase in the urban population and consequently, smaller homes - Lafer launched the MP-7 sofa-bed, with its new drive mechanisms and cleaner design then their competitors'. From then on, pieces of great ergonomics and articulations - which allow the products to move and adapt to different usages - became the imprint of the company. Sophisticated recliners are Lafer's current main product.

The well-equipped company had in house departments for prototyping, carpentry, metalwork, upholstery, painting, foam injection and fiberglass components. Percival Lafer's proximity to the building processes, commercial plans and economy of scale strategies, was a determinant to the success of the designs. The need for efficiency in storage and transportation drove, for instance, the development of product lines imprinted by the repetition of components and easy assembly. The most important of them is Contempo (1977), in which the different types of seats utilize only two elements, tubular steel and flat wood sheets. The consumer, while also able to assemble the piece themselves, had the choice of different cushion covers, easily altering the look of the piece.

Percival Lafer nasceu em São Paulo em 1936. Formou-se em arquitetura em 1959, ano em que assume, ao lado dos irmãos, o comando de uma loja de móveis criada em 1927 por seu pai. Encarregado do desenho das peças, ele cria sua primeira poltrona, a MP-1, em 1961. De desenho moderno, a criação estabelece algumas das bases que marcam a produção da empresa, voltada à classe média. A Lafer alcançou grandes mercados no Brasil e no exterior. Exportou principalmente entre 1965 e 1981, para a Europa, por meio de uma filial na Alemanha, e para os EUA, com as franquias Brazil Contempo - foram 35 no total -, que vendiam exclusivamente peças da marca. Para o mercado norte-americano, a Lafer produziu principalmente linhas em couro e madeira, materiais mais associados ao "móvel brasileiro". Por conterem sistemas construtivos inovadores, a maioria dos móveis Lafer foi patenteada, o que os protegeu de cópias. Dotado de espírito inventivo, Percival Lafer chegou a criar um modelo de carro, o MP Lafer, em 1974, com 4 mil unidades vendidas. Ele vive em São Paulo e mantém o posto de diretor e designer da empresa.

Comentário

A Lafer foi uma das principais responsáveis pela difusão do móvel com design no Brasil. Enquanto fabricantes contemporâneos vendiam em lojas próprias nos eixos elitizados das cidades, a Lafer formou uma sólida rede de distribuição em revendedores voltados à classe média. Impulsionada pela criatividade do designer e sócio, Percival Lafer, a empresa se estabeleceu como fonte de novidades e de inteligente adaptação ao mercado consumidor. Nos anos 1960 - período de aumento da população urbana e, consequentemente, de lares mais enxutos -, a Lafer lançou o sofá-cama MP-7, com inédito mecanismo de acionamento e desenho mais limpo que seus concorrentes. A partir daí, móveis de grande ergonomia e articulações - que dão aos produtos a capacidade de se mover e adaptar a diferentes usos -, tornaram-se a tônica da marca. Sofisticadas poltronas reclináveis são atualmente o carro-chefe da Lafer.

Bem-equipada, a indústria fazia internamente prototipagem, marcenaria, serralheria, tapeçaria, pintura, injeção de espuma e componentes em fibra de vidro. No design das peças foi determinante a proximidade de Percival Lafer com os processos produtivos, planos comerciais e estratégias para a economia de escala. A necessidade de eficiência no armazenamento e transporte impulsionaram, por exemplo, o desenvolvimento de linhas marcadas pela repetição de componentes e fácil montagem e desmontagem. A mais importante delas é a Contempo (1977), na qual as diferentes tipologias de assentos utilizam apenas dois elementos, aço tubular e peça plana de madeira. O consumidor, além de montar a peça, tinha disponíveis diferentes capas para as almofadas, podendo facilmente alterar a aparência do móvel.