Anonymous Designs

Biography

A series of reasons can be employed to explain the fact that a high number of Brazilian modern pieces from the 1950s and 1960's, are considered anonymous pieces.

The main one is the lack of documented records - photographs, sketches, catalogs - that either never existed or simply were not kept. The labels glued to the pieces, another precious clue to identify their precedence, were either not used or taken off over the years. It is also possible that many pieces were produced by local woodworkers and not established manufactories. One last explanation points to the lack of concern, at that time, about copyright issues.

Regardless of all that, the anonymous pieces distinguish themselves in different ways: the innovation of their design, the unexpected details, the high end materials and the quality of their craftsmanship. Some of them are so inventive they certainly were thought of by a mind filled with technical and aesthetic references, maybe an architect who designed them for a specific project. They are reminiscent of a history whose totality remains to be discovered and researched, like it was done a few years ago for great part of the now celebrated names of Brazilian modern design.

Uma série de razões explica o fato de um número expressivo de móveis brasileiros modernos, criados nas décadas de 1950 e 60, sejam considerados anônimos.

A principal delas é a falta de registro documental - fotografias, desenhos, catálogos - que, ou nunca existiram, ou simplesmente não foram mantidos em arquivos. Os selos colados às peças, outra pista preciosa para identificar sua procedência, ou não eram utilizados, ou foram retirados no passar dos anos. Também é possível que muitos móveis tenham sido fabricados por marceneiros de bairro e não por fábricas estabelecidas. Uma última explicação aponta a não preocupação, naquele momento, com a questão da autoria.

Mesmo assim, os móveis anônimos se distinguem de diferentes maneiras: a inovação em seu desenho, os detalhes inesperados, os materiais nobres, a qualidade de sua confecção. Alguns são tão inventivos que certamente saíram de uma mente treinada por referências técnicas e estéticas, talvez um arquiteto que os criou para um projeto único. São remanescentes de uma história cuja totalidade permanece a ser redescoberta e estudada, tal como era, há poucos anos, grande parte dos hoje célebres nomes do design moderno brasileiro.